Princípios Ambientais e Sociais de Origem
Close

Not a member yet? Register now and get started.

lock and key

Sign in to your account.

Account Login

Forgot your password?

Princípios Ambientais e Sociais de Origem

Na agricultura orgânica tem que estar dentro dos princípios básicos ambientais e sociais que lhe deram origem:


 o novo sistema de produção deve, além de considerar e respeitar os limites estabelecidos pela natureza, valorizar o conhecimento prático dos agricultores, suas habilidades e se preocupar com a participação dos consumidores;
 haja uma relação adequada entre pessoas e a terra, (que não seja) um monólogo mas uma conversação. Se a terra tem algo a responder, o bom agricultor a ouve. Acrescente-se a essa opinião de Berry que o consumidor deve também estar participando dessa conversa;
 se considere que o novo sistema de produção deve ter espaço para as respostas inovadoras dos agricultores às circunstâncias e às suas necessidades e às de sua terra, uma habilidade que normalmente é adquirida depois de muitos anos e começando na infância;
 a questão central da nova agricultura é, como influenciar a cultura representada pelo sistema de produção agrícola desenvolvido pelos agricultores, sem arruiná-la, ou seja, como criar um sistema pelo qual agricultores e especialistas agrícolas possam interagir de uma forma que não seja condescendente com os agricultores ou negue a individualidade de seus problemas, e que ao mesmo tempo mantenha a integridade e a unidade das recomendações que os especialistas tenham a oferecer;
 qualquer agricultura que se deseje, seja sustentável, tem que ser constituída por algo maior do que um conjunto de recomendações técnicas que levem em consideração os limites ecológicos da produção agrícola. A tecnologia a ser desenvolvida e utilizada deverá ser apoiadora da cultura que a pratica, e também participar dessa cultura. Não deverá de modo algum ir no sentido contrário dela.
Share and Enjoy:
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks

Comente este artigo