Revista Voz Ambiental 03 – Tráfico de Animais
Close

Not a member yet? Register now and get started.

lock and key

Sign in to your account.

Account Login

Forgot your password?

Revista Voz Ambiental 03 – Tráfico de Animais

Respeito ao meio ambiente

As discussões sobre o futuro do planeta estão latentes nos meios de comunicação. Nunca vivemos uma época como a que estamos observando hoje. A revista Voz Ambiental mostra nesta edição quanto às discussões, os efeitos e as ações ambientais estão próximos de nós. Enquanto falamos em perda de biodiversidade, destruição da Amazônia, da Mata Atlântica, do Cerrado e de outros ecossistemas, à nossa volta observamos a violação dos direitos da natureza, dos direitos dos animais à vida, o mais sagrado de todos os direitos! O tráfico de animais silvestres acontece às nossas vistas, na casa de um vizinho ou de um parente e, por muitas vezes os motivos podem até parecer nobres, “para alegrar uma criança, para se ter um amigo de estimação”. Mas não percebemos que estamos colaborando com uma rede de tráfico devastadora e cruel que ameaça a vida da fauna brasileira. Mais de 40 milhões de animais são capturados por ano, em seu habitat natural. De cada 10 animais, nove morrem antes de chegar ao comprador. Um animalzinho preso, indefeso não tem nada de bonito.

A perda da biodiversidade desequilibra o ambiente e facilita a proliferação de pragas, como a Dengue que atinge dados alarmantes em algumas regiões do Brasil, colocando-as em estado de emergência.

Para buscar o desenvolvimento em equilíbrio com os recursos naturais, o Subcomitê Cabeceiras inicia um estudo denominado PDPA “Plano de Desenvolvimento e Proteção Ambiental” para a região. Após seu término serão propostas leis específicas para cada realidade da bacia hidrográfica. Isto é parte de uma estratégia maior para a garantia da produção e manutenção dos nossos mananciais.

Em uma instância onde se discute a formação do cidadão, o Fórum Mundial de Educação, que será no Alto Tietê Cabeceiras, tendo como cidade sede Mogi das Cruzes, trará em um dos seus quatro eixos de discussão “A Educação para sustentabilidade do planeta” buscando assim ampliar e transmitir para o mundo o grande desafio da educação no que se refere ao uso dos recursos naturais e na relação entre os seres humanos para a criação de sociedades sustentáveis.

Nadja Soares de Moraes

Share and Enjoy:
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks

Comente este artigo